5 Minutos com Joanna Jędrzejczyk | La Michaux # 15

Interview Joanna Jędrzejczyk - La Michaux swimwear

Joanna Jędrzejczyk é um mestre polonês de Muay-thai e lutador de MMA (Mixed Martial Artist) contratado pelo UFC (Ultimate Fighting Championship).

Este ex Campeão Mundial Peso Palha do UFC carrega muitos discos, mas também está trabalhando ativamente em sua caridade para crianças, sua segunda biografia, e a HBO está prestes a lançar um documentário sobre ela que está em produção há 4 anos.

Além de ser uma das maiores lutadoras do mundo, Joanna adora vestir e apoiar La Michaux.

Somos obcecados pelo UFC, então é uma grande honra ver Joanna usando nossos biquínis.

O recurso mais comercializável de Joanna é não só seu golpe nítido, mas sua personalidade também. Vamos sintonizar para uma conversa empoderadora com “5 minutos com La Michaux” e obter alguns conselhos de ouro deste campeão.

Olá Joana,

Estou muito empolgado por podermos fazer isso! Se não me engano, você está atualmente na Polônia. Como é voltar para casa?

Olá, pessoal,
É um prazer falar com você e é uma ótima ideia entrevistar mulheres fortes.
Sim, estou atualmente na Polônia e divido meus dias entre os Estados Unidos e a Polônia. Me mudei para os Estados Unidos em 2016 e houve um ano em que passei 7 meses nos EUA, mas amo muito minha vida na Polônia.
Antigamente, a Polônia tinha que passar por muitas coisas, mas sinto que somos uma comunidade e um país muito fortes. Estou super orgulhoso do meu país, onde nasci e cresci, e da cor da bandeira branca e vermelha.

Eu também sou uma pessoa de família, sabe, você pode viajar para as Maldivas, Nova Zelândia, Peru, mas as pessoas ao seu redor tornam o lugar lindo.
Claro, eu adoro viajar, explorar e conhecer novas pessoas, mas o lugar mais bonito para mim nesta terra é ao lado da minha família.
Família é realmente a coisa mais importante, mas eu amo os Estados Unidos e estar na Polônia. Em breve estarei voltando para os Estados Unidos, para começar meu próximo acampamento.

 

Sim, eu tive que pensar nesta citação: "Todo mundo precisa de uma casa para morar, mas uma família de apoio é o que constrói um lar".
Boxe e Muay Thai é uma das minhas maiores paixões, como você entrou no esporte? 

Sempre gostei do esporte desde pequena. Tenho uma irmã gêmea, sou 25 minutos mais velha e sempre fui mais ativa, mais carismática e sempre cheia de energia.
No entanto, meus pais não me empurraram para o esporte, eu estava tentando diferentes esportes sozinho e na escola. Meu professor de ginástica viu esse 'fogo' dentro de mim, mas eu não gostava de esportes de combate naquela época.
Eu achava que não merecia ‘ser alguém ou que não merecia ter sucesso em alguma coisa’. Claro, isso foi tão errado, sempre temos que acreditar em nós mesmos!

Depois disso, comecei a acreditar em mim e acho muito importante ter um plano e seguir esse plano. Não se trata apenas de ganhar ou ter sonhos, trata-se de ajudar os sonhos, ajudar a sorte a trazer ainda mais sorte.

Quando eu tinha 13 anos, entrei para o time profissional de basquete, mas depois de algumas semanas de treinamento tive alguns problemas de saúde e senti que era um sinal de Deus que ele estava me preparando para o que acontecerá alguns anos depois em Minha vida.

Quando eu tinha 16 anos, engordei um pouco e comecei a fazer Muay-thai para perder alguns quilos e na verdade perdi 10 quilos em 3 meses.

Percebi durante o meu primeiro treinamento que eu realmente adorei e isso era o que eu queria fazer.
Naquela época eu tinha um plano e queria ir ao centro polonês de artes marciais, então estava tirando fotos e comprei uma câmera cara. Eu estava trabalhando durante as férias de verão e me apaixonei pelo Muay-Thai.
Não por socar as pessoas, mas porque amo competir e me levar ao limite. Então toda vez, todo treino, todo passo, todo exercício, todo dia e todo ano na minha vida, eu quero fazer mais. Eu sempre quero estar um passo à frente.

Também com contusões, altos e baixos, eu só quero aproveitar a vida e isso que sou agora e foi isso que me ajudou a me tornar uma mulher de sucesso no esporte e nos negócios.

"Sempre quero estar um passo à frente na vida e foi isso que me ajudou a me tornar uma mulher de sucesso no esporte e nos negócios." - Joana

Sim, a vida funciona de maneiras misteriosas, eu sempre digo: “A rejeição é a proteção de Deus”, então problemas de saúde para você ao jogar basquete, levam você a ser campeão mundial de artes marciais mistas.
O que significa (para você) ser um lutador?

Somos todos lutadores, todos temos que lutar pelo primeiro fôlego desde o nosso primeiro segundo no planeta, então somos todos lutadores.
Tenho muito respeito pelas pessoas que lutam contra o câncer, ou outras doenças, ou apenas com a vida.
Minha vida é boa, treino todos os dias e é difícil ser uma lutadora profissional ou melhor, uma atleta profissional feminina, mas a vida em si é a maior luta.
A vida cotidiana é o maior desafio, mas tenho muito orgulho de ser uma lutadora e socar como uma garota :) .
Existe até uma hashtag #punchinglikeagirl ou #hitlikeagirl e estou muito orgulhosa disso.

Ser lutador significa também ser humilde, ser disciplinado e acreditar muito em si mesmo para ter sucesso. Lute por você e pelos seus sonhos.
Se você está feliz, as pessoas ao seu redor também ficarão felizes, é contagiante.

 
"Ser lutador significa também ser humilde, ser disciplinado e acreditar muito em si mesmo para ter sucesso. Lutar por você e pelos seus sonhos." - Joana

Wauw, “somos todos lutadores”, isso é TÃO poderoso, obrigado!
Com qual time você está treinando em preparação para sua próxima luta? O que você gosta tanto em trabalhar com essa equipe?

Em 2015, me mudei para a American Top Team na Flórida e sou muito abençoado com eles, o proprietário, os treinadores, os companheiros de equipe,… Há tantas pessoas treinando lá, tantos campeões de diferentes organizações e países. É um prazer e uma honra treinar entre eles.

Sempre tenho muito respeito pelos meus treinadores e companheiros de equipe, somos como uma família. E você sabe, quando me mudei para a América, eu realmente percebi que é verdade... você pode se tornar quem você quiser e não importa qual seja sua religião ou que tipo de pele você tenha.
Você pode seguir seus sonhos, você pode seguir seu próprio “sonho americano”, tudo depende de você!
Tudo começa com sonhos, uma visão e sempre acredito nas pessoas.

Como eu disse no início da nossa conversa, eu adoro as pessoas, adoro conversar e conhecer novas pessoas e adoro aprender com elas.
Então, sou muito abençoado com a equipe de ponta americana e sinto que eles serão meu time para sempre.

"Sempre tenho muito respeito pelos meus treinadores e companheiros de equipe, somos como uma família". - Joana

Adoro ouvir você falar por experiência própria e inspirar as pessoas. Você seria um bom palestrante motivacional!
Mentalidade é tudo quando se é um lutador e você é uma alma tão confiante, humilde e gentil. Você sempre foi assim? Quando você se sente mais confiante em sua vida? 

Sempre fui muito confiante, mas não fui assertivo o suficiente. As pessoas me conhecem do octógono e do UFC, mas na verdade sou uma pessoa muito sensível e emotiva.
Também é difícil, é claro, porque passei por momentos difíceis quando fiz 30 anos, pessoal, comercial e esportivo.
Isso me tornou mais difícil e mais forte, para que eu possa me defender mais e negociar por mim mesma. Conheço minhas normas e valores e não permito que ninguém corte minhas asas.

Sim, tempos difíceis tornam pessoas difíceis, mas você pode dizer que é muito empático. O que eu acho um traço de personalidade muito bonito.
Que conselho de vida você daria ao seu eu mais jovem neste momento?

Basta ir em frente e acreditar em si mesmo! E eu diria, J, tudo e tudo é possível!

Que tipo de dicas e truques você pode dar para as jovens que buscam uma carreira no MMA?

Apenas treine, continue treinando e aprendendo. Esteja aberto a tudo na vida e todos os dias, mas especialmente nas Artes Marciais Mistas. Abra-se e aprenda com todos, não queime uma ponte.
Como se você estivesse “aberto” para isso, seu inimigo pode ser seu melhor sparring.
Então treine, aprenda, e acima de tudo… APROVEITE! 

"Seu inimigo pode ser seu melhor sparring." - Joana

 

Como você gosta de passar seu tempo livre? O que te deixa feliz e tira sua mente do treino?

Eu trabalho muito, então adoro passar meu tempo livre com minha família e irmãs. Adoro cozinhar para eles e fazer exercícios juntos ao ar livre. Andar de bicicleta, andar de patins, viajar,… adoro ser ativo.
Também adoro ler livros e gosto de planejar meus próximos passos.


Mulheres empoderadas, mulheres empoderadas! Quais outras mulheres te inspiram diariamente e por quê?

Minha mãe é minha maior inspiração, mas como eu disse antes, todos nós temos heróis. Eu gosto de 'Mulher Maravilha' da Warner Bros, por exemplo, mas sinto que conhecemos 'Mulheres Maravilha' todos os dias.
É a senhora do supermercado, a senhora do ponto de ônibus, a senhora que dirige o ônibus. Eles são a minha maior inspiração.

Eu também amo Rhonda Rousey ou Anita Włodarczyk, que é várias vezes campeã olímpica da Polônia. Eu tenho muitas meninas assim.

Como são as suas férias de verão favoritas? Quais são os seus essenciais de praia? Atividades favoritas?

Adoro passar o tempo na praia, na piscina e apenas estar na água. O lugar onde moro na Polônia, a área da minha cidade tem apenas cerca de 200.000 pessoas, então não é uma cidade grande, mas temos 11-15 lagos. Então eu gosto de passar o tempo em torno da água.
Eu tenho tantas roupas de verão e maiôs La Michaux, então eu gosto de paddle boarding, etc.

Antigamente, eu não podia simplesmente me deitar ao sol, sempre quis treinar, mas agora adoro. Então eu gosto de trocar de biquíni 2 ou 3 vezes por dia quando vou à praia haha.

Qual experiência de férias você nunca vai esquecer? O que havia de tão especial nisso?

Eu amo a Tailândia e Bali, tantos lugares lá que eu amo. Eu também tenho meu hotel favorito em Miami ou talvez até na Polônia, onde pode ser frio, mas eu adoro.

Meu próximo lugar que quero visitar (que não pude no ano passado, por causa do Covid) é Machu Picchu no Peru, onde quero escalar e aproveitar a vida por 2-3 semanas.

Também as Maldivas, mas sim, ainda há tantos lugares que quero ver.

Recomendo muito visitar a Polônia também, estou explorando cada vez mais meu país e é tão lindo.


OMG, temos muito em comum! Eu costumava ir treinar Muay Thai na Tailândia e agora estou pensando em montar um escritório da La Michaux em Bali também, então você deveria vir e visitar :) !
Machu Picchu está na minha lista de desejos há tanto tempo, mal posso esperar para ver uma das 7 maravilhas do mundo!

Por último, mas não menos importante, pronto para nossa Roleta de Perguntas?

Ready.set.GO!

Praia ou Piscina?   Piscina ou sem praia, haha não consigo escolher! Na verdade os dois!

Qual desenho de La Michaux é o seu favorito?  biquíni vermelho forte

Filme favorito? Homem em fogo

Música favorita durante o treino?  Adoro ouvir Adèle quando estou correndo, sei que é estranho haha.

Podcast favorito? O podcast de Joe Rogan

Última mensagem sua para nossa comunidade La Michaux?

Meninas, meninos,… vão em frente! Persiga seus sonhos, tudo, e tudo é possível. Desejo-lhe tudo de bom e não deixe ninguém cortar suas asas.

Acredite em você e se ame.

Não posso agradecer o suficiente Joanna por dedicar seu tempo e a visão de sua vida pessoal e profissional. Foi super motivacional e você não é apenas um campeão por fora, mas por dentro também. Estou muito honrado por tê-lo apoiando La Michaux.

Muito amor,

sarah michaux la michaux swimwear

Clique nas imagens abaixo para ver o biquíni La Michaux favorito de Joanna:

 BIQUINI VERMELHO FEROZ:

Joanna Jędrzejczyk La Michaux swimwear - 5 Minutes with interview

Joanna Jędrzejczyk la Michaux bikini


Laissez un commentaire

Ce site est protégé par reCAPTCHA, et la Politique de confidentialité et les Conditions d'utilisation de Google s'appliquent.